MDS

MDS

A busca pela diversificação fez com que a Metalúrgica DS passasse a desenvolver produtos para o mercado de reposição de autopeças. Em 1987 os primeiros discos de freio foram comercializados e em seguida os tambores de freio e os cubos de roda.

 

Em 1991 foi inaugurada uma nova fundição, com sistema de moldagem em cura-a-frio e dois fornos cubillot, que proporcionaram grande competitividade.

 

A partir de 1994 a Metalúrgica DS iniciou o processo de modernização de sua usinagem através da aquisição dos primeiros tornos CNC (Comando Numérico Computadorizado). Com este tipo de equipamento a usinagem ganhou principalmente produtividade e repetitividade, fatores determinantes para evolução do conceito da qualidade dos produtos DS.

 

Com forte investimento na gestão da qualidade, vários programas foram implementados visando à estruturação do sistema da qualidade. Em janeiro de 1999 a Metalúrgica DS recebeu a certificação ISO 9001:2000, emitido pelo organismo de certificação BRTÜV.

 

Em 2001 inaugurou-se uma nova fábrica com quatro mil metros quadrados em uma área total de vinte mil metros quadrados e criou-se a marca MDS, objetivando atender e ampliar o mercado de reposição automotivo (aftermarket).

 

A partir da conquista da certificação ISO 9001:2000, a MDS continuou aperfeiçoando seu sistema da qualidade. Em 2003 a Metalúrgica DS recebeu a certificação ISO TS 16949:2002, dando um grande passo em seu credenciamento como fornecedor da indústria automotiva.

 

Atualmente os produtos com a marca MDS são reconhecidos pelas principais marcas do mercado de reposição automotiva mundial.

 

Qualidade, inovação constante, alta tecnologia e um time altamente qualificado fazem da Metalúrgica DS uma empresa preparada para garantir a máxima durabilidade e segurança para seus clientes.